Traduzindo Lima Barreto

Lima Barreto
Como escritor, Lima Barreto apresenta certos problemas para o leitor contemporâneo, seja brasileiro ou estrangeiro, e acima de todo para o tradutor. Alguns trechos parecem dispersivos pelos padrões modernos; e outros são caracterizados por certa falta de precisão ou raciocínio incompleto.

O ímpeto dramático é frequentemente relegado ao segundo plano, a exemplo do penúltimo capitulo, no qual Barreto introduz a esposa e filhos de Felizardo, personagens logo abandonados. Como tradutor, minha preocupação constante tem sido manter o interesse do leitor, esperando não perdê-lo nos trechos em que a autor se prolonga demais, porque ao final das contas, se trata de um livro realmente notável.

Um grande livro e um livro que apresenta grandes desafios ao tradutor. A maior parte do trabalho consistia em reorganizar as ideias e trechos descritivos de maneira que figurem num inglês autentico, sem que se distanciem do sentido e caráter do texto original; uma tarefa bastante trabalhosa, porém sem dúvida de grande valor.